top of page

Quantas placas de energia solar são necessárias para alimentar o carro elétrico Byd Dolphin Mini?






Resumo

Nesse artigo vamos fazer o cálculo do consumo de energia elétrica do  carro elétrico Byd Dolphin Mini, analisando quantas placas são necessárias para atender seu consumo. Além disso faremos uma comparação de custos em base anual de um carro a combustão  frente ao carro elétrico em questão para a mesma quantidade de quilômetros rodados e levando em consideração a taxa mínima da concessionária.


Primeiro Passo

Primeiro vamos escolher um carro, o novo BYD DOLPHIN MINI 


 A previsão é que em meados de março se inicie as vendas desse carro no Brasil. Provavelmente será um dos carros elétricos mais vendidos do país, um dos motivos é seu preço que estará na faixa de R$100 mil reais, sendo posicionado como um dos carros elétricos mais baratos do Brasil.


Vamos para a Análise

Para a análise vamos considerar a versão de com batería de  38,9kWh e 400km de autonomia no ciclo chinês. possivelmente a autonomia reduza na etiquetagem do Inmetro para 300km.


Consumo de energia elétrica a cada 100km:

  • 9,6kWh/100km ciclo chinês

  • 12,97kWh/100km ciclo inmetro (previsto)


Pela expectativa do valor a ser praticado na  venda, esse veículo será muito procurado por motoristas de aplicativo. 


Vamos considerar que a quantidade média de km rodados por dia seja de 120km, 22 dias por mês.

Quantidade mensal  de km rodados = 120km*22

Quantidade mensal  de km rodados = 2640 km por mês


para cada 100 km rodados o carro utiliza 12,97kWh dessa forma vamos calcular o consumo mensal de energia elétrica pelo veículo aplicando uma simples regra de três:


12,97kWh     100km

x        2640km

x=2640km*12,97kWh/100km

x=342,41kWh

Vamos arredondar para 342kWh.


Então rodando 120km por dia 22 dias, totalizando 2640km mensais,  o veículo irá consumir 342 kWh/mês


Qual a potência de placas solares para atender carro elétrico?

Agora precisamos calcular qual a potência necessária para gerar em média essa quantidade de energia. Vamos considerar que carro elétrico será carregado numa casa em Curitiba.


O recurso solar médio diário em Curitiba e Região metropolitana é de 4,4 kWh/m²/dia

Além disso vamos considerar um fator de performance do sistema fotovoltaico de 75% e 30 dias no mês.


Agora para o cálculo da potência que é dada por:


Potência[kWp]=Consumo / (recurso solar x quantidade dias no mês x fator de performance)

Potência [kWp]=342 / (4,4*30*0,75)

Potência [kWp] = 3,45 kWp


Portanto, para gerar em média 342kWh/mês e atender às necessidades do Byd Dolphin Mini rodando 2640km por mês, será necessário um sistema com 3,45kWp.


Certo, mas quantas placas isso representa?

Vamos considerar para o cálculo um módulo fotovoltaico de 575Wp ou 0,575kWp. Os módulos de 575Wp geralmente são da tecnologia N-type, onde são mais eficientes,  possuem menor degradação ao longo do tempo em comparação aos do tipo mono-perc. A tecnologia N-type irá dominar o mercado de placas solares em 2024. Voltando para o cálculo da quantidade de placas, temos que:


quantidade de placas= 3,45kWp/ 0,575kWp


quantidade de placas = 6


Então, considerando 120km rodados por dia, 22 dias por mês, o Byd mini Dolphin irá rodar 2640km consumindo 342kWh mês, precisando de 6 placas de 575W para atender essa demanda.


No dimensionamento do sistema fotovoltaico é relevante considerar além do consumo do veículo, o consumo médio já existente na propriedade, de forma a calcular um sistema que atenderá toda a demanda, não apenas a do carro elétrico.


Vale ressaltar que mesmo produzindo a própria energia elétrica, a conta de luz não virá zerada. Haverão custos a serem pagos para a distribuidora de energia elétrica como: iluminação pública, custo de disponibilidade, Fio B e impostos que formam a taxa mínima.


Estimando que a propriedade já possuía um consumo médio de 342kWh/mês, somado ao consumo médio do carro, serão necessárias 12 placas de 575Wp.


Pensando que a propriedade tenha uma conexão trifásica, a taxa mínima será próxima de R$120,00 mensais. O custo anual com a taxa mínima será de:


Taxa mínima anual=12*120,00

Taxa mínima anual=R$1440,00


Nesse sentido, R$1440,00 será o custo anual  com a distribuidora de energia.


Qual seria o custo com gasolina com um carro a combustão?

Por outro lado, qual seria o custo anual de um veículo a combustão com gasolina rodando essa mesma distância?

quantidade de km rodados por ano = 2640km*12

quantidade de km rodados por ano  = 31.680km


Vamos considerar um veículo que faça 13km/L com gasolina comum


quantidade de litros de gasolina = 31.680km/13km/L

quantidade de litros de gasolina = 2436,9L


Um veículo a combustão que faça a média de 13km/L de gasolina comum, rodando 31680km por ano, consumirá 2436,9 litros de combustível.


Considerando o custo médio da gasolina na região de Curitiba de R$6,00/L. O custo anual será de:

Custo anual = 2.436,9L * R$6,00/L


Custo anual =R$ 12.621,40


Sendo assim, um veículo a combustão que faça a média de 13km/L, produzirá um custo anual de R$12621,40 com gasolina comum.



Nesse contexto o Economia anual gerada com o carro elétrico + placas de energia solar é de:

Economia anual = R$12621,40 - R$1440,00


Economia anual = R$11.181,40


Economia percentual=88,59%


Conclusão


Nesse artigo analisamos o Novo Byd Dolphin Mini que estará em breve nas concessionárias na faixa de R$100mil reais, um valor muito atrativo para um veículo elétrico. Os motoristas de aplicativo já devem estar de olho nesse carro com vistas a reduzir seus custos e maximizar seus ganhos.

 

Considerando a rodagem mensal de 2640 km por mês, esse carro consumirá 342kWh de energia elétrica. Para atender essa demanda com energia solar são necessárias 6 placas de 575Wp. Haverá uma taxa mínima a ser paga à concessionária na faixa de R$120,00 mensais e R$1.440 anuais. Por outro lado considerando um carro a combustão que faça a média de 13km/L  e o custo da gasolina comum de R$6,00L isso gerará um custo anual de R$12.621,40.


A economia do Byd Dolphin mini com energia solar é de R$11.181,40 por ano ou 88,59% se comparado a um carro a combustão.


Conte com a Paraná Energia Solar para o fornecimento e instalação do carregador de carro elétrico, infraestrutura bem como no dimensionamento do sistema fotovoltaico para atender demandas residenciais e corporativas.

368 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page